Resenhas

[Resenha] “You Are Mine” – Alla Kar

Seguimos colocando em dia as nossas resenhas  😉 😘
 goo hara GIF
1° Livro: Resenha de “Make Me Yours” – AQUI

Título: “You Are Mine”
Autora: Alla Kar
Serie: “Forever”
Volume: 2°
Paginas: 182
Gênero: Romance, New adult e Drama.
Ano: 2013
Editora: 
Independent
Nota: 5/5

Sinopse:Os dias difíceis de Layla chegaram ao fim. Hospitalizado após um acordo errado, ela está pronta para deixar essa vida para trás.
Mas às vezes o seu passado pode voltar a assombrá-lo.
O assassino de seus pais está de volta e Layla é seu próximo alvo. Mas Layla se recusa a recuar. Desta vez, ela vai lutar de volta.
A vida de Taylor não foi uma cama de rosas, e Layla é o ponto brilhante que ele nunca esperava. Layla vem com sua própria bagagem e Taylor está determinado a nunca deixá-la ir, mesmo que sua vida dependa disso.
You Are Mine é o segundo livro da série FOREVER, de Alla Kar, autor de best-seller de Make Me Yours, um romance novo e sexy sobre deixar o seu passado e abraçar o seu futuro.

Tradução Livre
Fonte: Skoob Continue lendo “[Resenha] “You Are Mine” – Alla Kar”

Anúncios
Citações

25/11

“É preciso crer, mas não crer em mentiras, nem em suposições, é preciso crer em si mesmo, ter autoconfiança, e por mais absurdo que pareça, buscar sempre impor-se limites, desde que sejam altos, e por mais difícil que seja o ideal é sempre buscar superá-los. Enfim, é assim que funciona a vida, uma máquina inconstante de idas e vindas, de crenças e descrenças, e de limites inalcançáveis.”

— Dom Casmurro.
Tougher+than+the+rest.+by+PascalCampion.deviantart.com+on+@DeviantArt

Facebook  🌷  Twitter 🌷  Tumblr 🌷 Skoob

assinatura_final_de_post_2017

Citações

21/11

“Acontece que sempre foi você. Foi você quando eu passei a ouvir as músicas da banda que te agradava. Foi você quando eu olhei para trás ao dizer o último adeus. Foi você quando fui dormir tarde da noite. Foi você quando nada parecia fazer sentido. E ainda é você. E ainda sou eu, juntamente com aqueles restos de nós que ficaram espalhados pelo chão.”

— 500 Dias com Ela
“Dizem que para esquecer alguém que você goste muito, você precisa transformá-lo em literatura. Sendo assim, escreverei livros a minha vida toda e mesmo assim não conseguirei me livrar de você.” 500 dias com ela.

Facebook  🌷  Twitter 🌷  Tumblr 🌷 Skoob

assinatura_final_de_post_2017

 

Citações

18/11

“Eu sei, você esqueceu de lembrar.
Eu sei, você esqueceu de tentar.
Eu sei, você esqueceu de voltar.
Eu sei, você esqueceu de lutar.
Eu sei, você esqueceu de ficar.
Eu sei, você esqueceu de sonhar.
Eu sei, você esqueceu como amar.
Eu sei, você esqueceu. Veja o que aconteceu.”

— Esteban Tavares.Morning Fog Photo by Caroline Eyer -- National Geographic Your Shot

Facebook  🌷  Twitter 🌷  Tumblr 🌷 Skoobassinatura_final_de_post_2017

Citações

14/11

“Não nos convém sofrer inúmeras vezes pelo mesmo motivo e nem alimentar sentimentos que só existem em nossa mente, é preciso mudar quando as coisas fogem do nosso controle e realizar novas escolhas. Tomar decisões nunca será fácil, mas se prender a meias verdades por medo de tentar é estar disposto a abrir mão da nossa real felicidade.”

— Erikson Mercenas.

LinhasAB (Madelaine, knees drawn up) by Ed Hodgkinson

Facebook  🌷  Twitter 🌷  Tumblr 🌷 Skoob
assinatura_final_de_post_2017

MúsicaDaSemana

#MúsicaDaSemana 13/11

“So far away but still so near
The lights come up, the music dies
But you don’t see me standing here
I just came to say goodbye
I’m in the corner, watching you kiss her, ooh
And I’m giving it my all, but I’m not the guy you’re taking home, ooh
I keep dancing on my own”

“Tão longe, mas ainda tão perto
As luzes se acendem, a música morre
Mas você não me vê parado aqui
Eu só vim para dizer adeus
Eu estou no canto, vendo você beijá-la, oh no
Eu estou dando tudo de mim, mas eu não sou o cara que você está levando para casa, oohh
E continuou dançando sozinho”

Facebook  🌷  Twitter 🌷  Tumblr 🌷 Skoob

assinatura_final_de_post_2017

Citações

11/ 11

“Tenho a chance de escolher. Você tem a chance de escolher. Podemos optar por ser indivíduos que dão importância apenas às decepções e insistem em enfatizar as falhas e deficiências. Podemos decidir ser pessoas amargas, raivosas ou tristes. Ou, ao contrário, quando tivermos de encarar períodos difíceis e lidar com pessoas daninhas, podemos optar por aprender com a experiência e seguir em frente, assumindo a responsabilidade por nossa própria felicidade.”

— Nick Vujicic.

lana021: “ Drama, Mike Redman ”

Facebook  🌷  Twitter 🌷  Tumblr 🌷 Skoob

assinatura_final_de_post_2017